QUE BLOG É ESSE?

Caro leitor(a), este blog não tem por objetividade ser um noticiário de acontecimentos ligados ao surf competitivo,ao surf como indústria, a mídia surfística, mas sim tem como principal objetivo ser um espaço aberto para discutir idéias mirabolantes ou não relacionadas ao mundo do surf e o surf no mundo. Emoções vividas, causas que atingem ao senso comum, polêmicas relacionadas ao assunto, todos estes serão expostos como simples esboço de uma idéia pertinente afim de se criar um diálogo.O blog funciona da seguinte forma: eu terei um compromisso com o blogonauta de todos os finais de semana mânte-lo atualizado, portanto a cada semana o blog contará com pelo menos um post atualizado.Assim funciona o nosso mundo e o surf, seja bem vindo e volte sempre!

sábado, 30 de maio de 2009

A “auto-afirmação” no universo surfístico

Indonésia 2009 - foto: Ismael Passos
(as vezes uma onda perfeita quebrando solitária na bancada é tão bonita de se observar quanto um bom surfista à desenhando)


Assim como todo o esporte tem competição, seja ela de qualquer forma e sobre qualquer coisa que envolva esse esporte, com o surf isso não poderia deixar de existir. Temos as competições de surf profissional e amadoras, com a finalidade de fomentar o esporte, dar estrutura e profissionalismo a ele, e por fim a escolha da melhor equipe, melhor atleta, melhor marca, e assim por diante. Não reclamo nem faço uma crítica a isso por que isso tem que realmente existir, é a competição “saudável” dentro do esporte. Na verdade todo o ser humano de uma certa forma ou em alguma fase da vida é movido pela competição, seja no esporte ou em qualquer outro ramo de nossas vidas.
Mas o surf não é um esporte qualquer, na verdade o surf não é apenas um esporte, é algo muito maior, é um estilo de vida, uma maneira de se comportar, de se vestir e uma das maneiras mais saudáveis de se relacionar com a natureza e o mar, encontrando valores reais da vida onde muitos assim como eu, acham no surf a verdadeira essência do viver. Então a competição no surf é algo tão pequeno comparado com a grandeza desse esporte que ela não pode ser o fator principal que nos rege sobre a prancha, seja que tipo de competição for, como citei acima no texto. Por exemplo, hoje dentro do surf temos rixas de competições não somente entre competidores, mas no free-surf de cada dia também, essa parada de se “auto-afirmar” é muito comum entre nós surfistas, frases como: “Eu sou o quebraceira” , “você é o merrequeiro”, “só caio em mar grande” “quem não é big rider não é surfista de verdade”, “na minha praia quem manda sou eu” entre outras são muito comuns entre os surfistas e acabam que na maioria das vezes gerando competições desnecessárias, mesquinhas e um orgulho próprio de se auto-afirmar como o “mais foda”. O(a) surfista nessas ocasiões volta a ser uma criança mimada achando que é melhor do que os outros só porque tem a coleção completa dos Comandos em Ação. Como já expliquei o surf não é auto-afirmação, e quem não entende isso é porque ainda não entendeu a verdadeira pureza desse nosso amado esporte. Em vez de ficar esnobando ou tentando ser o mais quebraceira, o big rider mais casca grossa, seja mais surfista. Contemple mais o mar, seus amigos e a vibe boa que vem do oceano. Que tal ir um dia na praia, subir o costão e ficar observando a imensidão azul que tem a sua frente com os pássaros cantando ao fundo e o barulhos das vagas batendo no costão? Você verá que é um ser insignificante perante esse nosso mundão azul!

Good vibes!

4 comentários:

alexandre 1 de junho de 2009 22:46  

bom texto, concordo com oq voce disse as vezes as pessoas estao tao preocupadas em se auto afirmar que esquecem de prestar atençao a sua volta e até nos seus atos, por exemplo no surfe se eu tivesse oportunidade de escolher entre competicoes e freesurf eu escolheria freesurf ocm certeza

Hugo Castro 2 de junho de 2009 20:55  
Este comentário foi removido pelo autor.
Hugo Castro 2 de junho de 2009 20:56  

É verdade Alexandre quando se perde a noção nos seus atos e das pessoas que estão a sua volta aí então a parada fica triste, vira egocentrismo puro, nada a ver com o surf e o espirito de harmonia que o surf nos passa, quanto a escolha entre o freesurf e o competitivo, hoje é muito complicado de vc ver surfistas realmente vivendo do freesurf, as marcas querem competição, querem o "melhor de todos", por isso não valorizam o freesurfer.

Mas isso já um outro assunto, e bem polêmico por sinal.. hehe quem sabe para um futuro post..

Valeu pelo drop aí no Blog, volte sempre!

Andarilho 4 de junho de 2009 07:27  

Parabéns pelo blog cara!
gostei dos posts!!!
to entrando sempre brother...

abraço

Postar um comentário

Seguidores

www.nossomundoeosurf.blogspot.com©

  ©Template by Dicas Blogger.